Justiça recebe parcialmente denúncia do MPF/SP contra líder Edir Macedo


Edir Macedo e mais três pessoas responderão processo por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha A Justiça Federal de São Paulo recebeu parcialmente a acusação do Ministério Público Federal em São Paulo (MPF/SP) e abriu processo contra o líder mundial da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, e mais três pessoas.


O MPF denunciou Edir Macedo, a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa, o bispo da IURD e ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva e o bispo Paulo Roberto Gomes da Conceição pelos crimes de quadrilha para a prática de crimes de estelionato, falsidade ideológica, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, na forma de organização criminosa, conforme previsto na Convenção de Palermo, ratificada pelo Brasil em 2004.

A Justiça Federal, entretanto, não recebeu a acusação do MPF pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. O MPF em São Paulo vai recorrer da decisão no tocante às acusações que foram rejeitadas. A Justiça Federal decretou o sigilo dos documentos do processo.

Assessoria de Comunicação 
Procuradoria da República no Estado de S. Paulo 
11-3269-5068/5368
 ascom@prsp.mpf.gov.br 
www.twitter.com/mpf_sp
Reações:

Nenhum comentário:

Claro leitor seu comentário será analisado antes de ser publicado.

Seu comentário não pode ter:
*Palavras ofensivas;
*Frases que indiquem a promoção ou a despromoção pessoal;
*Desqualificação intencional a esse blog;

Quaisquer duvida deve ser encaminhada a nossa redação através da pagina contato com preenchimento obrigatório dos dados pessoais

| Copyright © 2013 Radiofusores Fm.com