Rádio ligada ao Democratas volta a gerar polêmica


Representantes do candidato a vereador Ricardo Liberato (PSC), os advogados Cláudio Cumaru e George Washington, ingressaram nesta sexta (27/07) com ações cível e criminal contra a Rádio Liberdade FM, ligada ao Democratas, e o apresentador do programa "Microfone Aberto", Antonio Silva, veiculado pela emissora.

No dia 9 de julho o locutor do Microfone Aberto divulgou uma suposta denúncia contra o candidato, em que um ouvinte identificado apenas como "Júlio do bairro Petrópolis” acusou Liberato de ter "montado um comitê no Hospital Regional do Agreste (HRA)". 

Eles reclamam que o programa, além de expor negativamente o nome do candidato, o acusou de utilizar um bem público com finalidade política. 

Ainda segundo a atração, uma pessoa identificada como "Jô" estaria fechando o bloco cirúrgico todas as sextas, exclusivamente para atender Ricardo Liberato.

“Esta versão sem provas foi divulgada pela Liberdade FM sem que o candidato tivesse qualquer oportunidade de defesa”. 

Os advogados Cláudio Cumarú e George Washington acreditam que a emissora e o locutor Antônio Silva devem ser responsabilizados civilmente por danos morais, além do crime de calúnia, cuja tipificação está descrita na legislação eleitoral. 

Os advogados de Ricardo Liberato lembram que a candidata do DEM à prefeitura de Caruaru, Miriam Lacerda, é uma das donas da Rádio Liberdade, conforme consta na declaração de bens encaminhada pela própria ao Tribunal Superior Eleitoral.

Informações: Blog de Jamildo
Reações:

Nenhum comentário:

Claro leitor seu comentário será analisado antes de ser publicado.

Seu comentário não pode ter:
*Palavras ofensivas;
*Frases que indiquem a promoção ou a despromoção pessoal;
*Desqualificação intencional a esse blog;

Quaisquer duvida deve ser encaminhada a nossa redação através da pagina contato com preenchimento obrigatório dos dados pessoais

| Copyright © 2013 Radiofusores Fm.com