Desligamento da TV analógica será postergado se cidadão não migrar


Depois do recado da Abert, de que a venda da 700 MHz não pode virar "fato consumado", Bernardo afirmou que o desligamento da TV será gradual.

O ministro das Comunicações Paulo Bernardo disse nesta quarta-feira (5) que concorda com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert): o desligamento das transmissões da TV analógica não pode ocorrer enquanto ainda houver pessoas recebendo apenas o sinal analógico. 

Bernardo afirmou que vê com tranquilidade a posição de resistência da associação em relação a possibilidade de um leilão da faixa de 700 MHz para banda larga de terceira geração já em 2013. "Eles estão defendendo os interesses dos radiodifusores", disse.

Ele informou que os radiodifures já entregaram algumas propostas para o processo de migração da TV analógica para digital e que as entidades que os representam serão ouvidas no processo de definição.

Em outubro, a Anatel deve concluir os estudos sobre a licitação da faixa de 700 MHz de frequência para a banda larga móvel. Enquanto isso, o Ministério das Comunicações estuda formas para avançar na digitalização como o incentivo à compra de receptores do sinal digital.

O governo planeja para 2013 o início do desligamento da transmissão da TV analógica. De acordo com Bernardo, os testes de desligamento ocorrerão em cidades de pequeno, médio e grande porte. São Paulo, onde a transmissão e recepção digital está mais avançada é uma das candidatas. 

Paulo Bernardo partipou de evento da Claro para teste da rede 4G em Campos do Jordão (SP). 

Informações: Tele Síntese
Reações:

Nenhum comentário:

Claro leitor seu comentário será analisado antes de ser publicado.

Seu comentário não pode ter:
*Palavras ofensivas;
*Frases que indiquem a promoção ou a despromoção pessoal;
*Desqualificação intencional a esse blog;

Quaisquer duvida deve ser encaminhada a nossa redação através da pagina contato com preenchimento obrigatório dos dados pessoais

| Copyright © 2013 Radiofusores Fm.com