Programa jornalístico é censurado em Radio comunitária

O programa Nossa Folha no Ar, veiculado de segunda a sexta-feira desde o dia 18 de fevereiro na Rádio Comunitária Verde Amazônia, teve suas atividades suspensas. Pode-se afirmar que a liberdade de expressão do Jornal Nossa Folha foi cruelmente atacada em Ariquemes. A pressão em não se ter o programa no ar, veio de pessoas que ainda mandam e desmandam em Ariquemes. Devido as sugestões de mudar o nome do programa para não relacioná-lo ao impresso e ao site, e também de tirar do ar a participação do diretor de jornalismo do grupo, Ivan de Lara, a direção geral optou por não prosseguir com as atividades na emissora.

O Jornal Nossa Folha tem combatido ações públicas que não correspondem ao exemplo que deve ser dado a população. Desta forma, têm trazido a tona alguns temas aparentemente polêmicos. Mas necessariamente, ao analisar o que acontece no município, não há possibilidade de atuar de forma diferente. A busca incansável de ter uma sociedade mais justa se rege por este pensamento. Mas isso acaba dando dor de cabeça a poucos que possuem um certo poder e capacidade de utilizar-se de uma mordaça para derrubar a liberdade de imprensa de veículos sérios.

A Lei da mordaça é realidade nos dias atuais, e cada vez mais, passa a ser combatida com garra e força pelo Jornal Nossa Folha. Tanto no site jornalnossafolha.com e pelo impresso semanal que circula todas as segundas-feiras em toda região do Vale do Jamari.

Sabe-se que Ariquemes é uma cidade como todas as outras, e desta forma possui diversos problemas. São problemas históricos culturais, empresariais, políticos e outros que causam um impacto enorme na vida da população. O problema mais sério e que necessita ser combatido por pessoas honestas e do bem, é a imposição de limites a liberdade de expressão dos veículos de comunicação.

Hoje a imprensa que forma opinião ou expressa em seus noticiários informações sérias, possui grande dificuldade de trabalhar. Ainda mais em uma cidade onde um grupo de pessoas, trabalha agindo somente conforme seus interesses pessoais e que na maioria das vezes não são muito sadios à comunidade em geral. O jornalismo que leva denúncias, e principalmente aquele que coloca em cheque as ações de corruptos e ladrões da verba pública, é atacado e cerceado constantemente por uma minoria que quer manter o poder.

Por aqui funciona mais ou menos assim. Existe um grupo de pessoas que sempre estão ligados a tudo, que gozam e riem da cara da população como lhes convêm. O pior é que, suas ações são cruéis, inibidoras, e covardes, assim buscam calar aqueles que não seguem suas falsas Leis e sua falsa moralidade.

O discurso moral e ético, aquele que quer o bem do povo e que tem em si a melhor para a coletividade, passa a pairar como uma ditadura enrustida, e raros possuem, ou possuirão a coragem de enfrentar.

A hipocrisia de uma panela de pessoas passa a ser combatida com uma imprensa livre e que não possui o rabo preso com vantagens obtidas no passado aqui e ali. Pois quem está com o rabo preso, e algum dia fez ou está cometendo crimes, principalmente contra o bem público, será alvo de investigações e de denúncias. Dentro do que realmente cabe a imprensa fazer.

É notório que tentaram nos calar. Mas contamos com a integridade e boa vontade de órgãos sérios como o Ministério Público para continuar ajudando a combater casos como o que vivemos em nosso município. A corrupção deslavada, escancarada e oriunda de grupos que mandam e desmandam continuará a ser denunciada, e com certeza despertará precedentes de uma onda que fará o que a maioria quer.


Jornal Nossa Folha
Reações:

Nenhum comentário:

Claro leitor seu comentário será analisado antes de ser publicado.

Seu comentário não pode ter:
*Palavras ofensivas;
*Frases que indiquem a promoção ou a despromoção pessoal;
*Desqualificação intencional a esse blog;

Quaisquer duvida deve ser encaminhada a nossa redação através da pagina contato com preenchimento obrigatório dos dados pessoais

| Copyright © 2013 Radiofusores Fm.com